quinta-feira

Os Aparelhos de Antigamente - Conheça ou Relembre de Cinco Aparelhos Que Você Nem Se Lembrava Mais...


Photo by Felipe Belluco on Unsplash

     Olá, caro leitor! Tudo bem?

     Se você viveu a década de 90 para baixo (90, 80, 70, 60...), com certeza deve ser lembrar dessas peças que vão ser citadas nesse artigo.

     Mas se você não viveu nessa época, não se preocupe! O blog Viver, Aprender, Falar vai te apresentar cinco aparelhos que antigamente eram muito usados e com o passar do tempo foram desaparecendo e caindo no esquecimento graças a evolução tecnológica.

     Vamos a eles?


Mimeógrafo


Imagem: Mercado Livre
     Conhecido atualmente como o primeiro "entorpecente" dentre as crianças que o conheceram em sua época, o mimeógrafo nada mais era que uma impressora em modo "manual" usado (e muito) nas escolas públicas do Brasil. Não possuía fios, não usava a eletricidade, sequer tinha a tecnologia de hoje como USB e Bluetooth, mas bastava girar sua alavanca algumas vezes para tirar a cópia de algum documento usando álcool (produto que provocava aquele cheirinho "inesquecível" nas folhas mimeografadas para quem o conheceu).
     Com o passar dos anos e o aumento do uso das impressoras que hoje conhecemos, o mimeógrafo foi deixado de lado e hoje permanece na memória de muitos brasileiros.


Pirógrafo


Imagem: Clasf
     Este não se sei você vai se lembrar, mas para quem teve a experiência de usá-lo (nem se for uma vez na vida) jamais esquece! A caneta pirógrafo era responsável por decorar trabalhos manuais em madeiras desenhando formas a base de eletricidade (era necessário que sua ponta esquentasse para ter tal feito). 
     Na minha época de escola, por exemplo, usei-o algumas vezes na aula de artes lá pelos anos de 1995/1996 para decorar caixinha feita com palito de sorvete

     Ainda hoje em dia é possível ver pessoas usando o instrumentos.


Máquina de Escrever


Photo by Felipe Belluco on Unsplash (com modificações)


     A conhecidíssima e velha máquina de escrever que, na sua época áurea, substituía os computadores que hoje vemos por aí em hospitais e escolas públicas, por exemplo, foi criada em 1714 e usada por muitos e muitos anos pelo mundo afora. 
     A importância dessa máquina era tanta que teve até cursos que ensinavam a como usá-la de forma apropriada: O famoso curso de datilografia.
     Com o passar do tempo, a máquina de escrever foi evoluindo e teve muitos modelos até a elétrica que não durou muito tempo até chegar a era dos computadores.

     Hoje é possível encontrá-la em venda pela internet, mas acredito que seja apenas para colecionadores.


Toca Discos


Imagem de Aline Ponce por Pixabay
     Sua mãe ou sua avó (ou até você mesmo!) deve se lembrar desse aparelhinho que deixou muitas saudades: O toca discos. O toca discos era um aparelho de áudio que permitia ouvir música através de uma agulha que tocava nos "long plays" (conhecido como LP**) e dali saía aquele sonzinho grave com alguns ruidinhos no fundo.
     Antes de ser aquele toca discos que muito de nós conhecemos, ele surgiu como o "fonógrafo"*, depois passou para "grafofone"*, logo para "gramofone"* (cuja sua imagem é usada até hoje para simbolizar assuntos relacionados a música) e por fim para o chiquérrimo "toca discos de vinil"* (este foi lançado assim que o vinil foi inventado).

     Com o passar dos anos, o LP foi deixado de lado sendo substituído pelo CD (e este foi substituído, hoje em dia, pelo MP3 ou qualquer arquivo digital de áudio que dá para ouvir em celulares, tablets, computadores, etc) e então o toca-discos deixou de ser comercializado. Porém, em 2010 os "bolachões" (assim como eram conhecidos os LPs) voltaram a ser comercializados e o toca discos voltou com tudo também, mas em versões mais modernas como aqueles que gravam de LP para MP3 (veja a matéria da Band aqui).


Telefone com Fio


Photo by Quino Al on Unsplash

     Antes do celular ser inventado com todas aquelas tecnologias avançadíssimas que o aparelhinho de bolso possui, nós éramos obrigados a usar os velhos telefones com fios, que eram aparelhos fortes, mas tinham seus longos limites em comparação a um Smartphone, por exemplo.
     O telefone, numa época aqui do Brasil, era objeto de luxo: Poucos tinham em sua casa. Para conseguir uma linha para telefone fixo tinha que ser "contemplado***" ou ficar horas e horas numa fila para conseguir obter o seu. Fora que os custos eram os mais caros possíveis, mas quem o possuía era feliz.

     Este aparelho passou por muitas inovações (ver aqui****), porém, hoje em dia, esses telefones estão sendo pouco a pouco substituídos pelos celulares. Muita gente está deixando de usar o aparelhinho que ficava fixo em salas e/ou quartos e aderindo a modernidade dos aparelhos celulares. Os lugares que ainda encontramos desses aparelhos é em empresas e locais públicos como as escolas, por exemplo.


     Bem, estes são os aparelhos que eu, Andressa, conheço ou conheci em suas épocas de uso e quis compartilhar com vocês.


     E vocês, conhece algum legal para contar para gente?


* Imagens retiradas do site Playbpm
** Imagem retirada do site Mercado Livre
*** Imagem retirada do site Muzeez
**** Imagem retirada do site Toda Matéria



     Gostou do texto? Então compartilhe em suas redes sociais, para que seus amigos também conheçam essas dicas!


Até mais!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com SPAM, ofensas ou incompreensíveis serão deletados sem aviso prévio.
Os comentários não refletem na opinião do autor.

Atualizações do Instagram

Topo