quarta-feira

Vingança - Série: Quando nos Faz Mal #3

gray and black pistol
Photo by Kenny Luo on Unsplash

     Quando pinta aquela raiva por alguma pessoa (ou, às vezes, por alguma coisa), ficamos com vontade de revidar para que esta pessoa aprenda de uma vez por todas todo o mal que ela nos fez. Para isso, damos o nome de "vingança" uma palavra feia que tem um significado ruim e o outro bom. O que vamos discutir nesse artigo é o seu significado ruim e as desvantagens que nos causa ao usá-la.

     Vamos lá?

     De acordo com o site Dicio, a palavra vingança, um substantivo feminino com etimologia "vingar + ança", quer dizer causar dano físico, moral ou algum prejuízo a alguém para reparar uma ofensa, dano ou afronta causado por essa pessoa. É um ato retaliativo contra quem seria o causador de uma ofensa ou prejuízo com qualquer tipo de punição, castigo ou qualquer coisa que possa causar sofrimento.

     Também pode significar uma coisa boa como algum projeto que deu certo. Quando alguma coisa dá certo, nós dizemos que esta se vingou e tudo fica bem. Porém, o seu significado ruim é mais pesado e pode resultar em coisas terríveis como crimes, por exemplo.

     Nas novelas, no filme e até na vida real, por causa de uma criação de família ou por ter testemunhado pessoalmente uma cena dessas, por exemplo, uma pessoa adere a vingança por que acredita ser a única forma de encontrar a paz interior mostrando ao "rival inimigo" o que acontece quando se faz uma maldade.

Imagem de John Hain por Pixabay

     O sentimento de vingança nos dá uma sensação a liberdade e uma força extrema para acabar com o prazer daquela pessoa que imaginamos ter nos feito muito mal. Para essa gente, é muito gostoso ver a pessoa que fez mal passar pelo mesmo que ela passou. É uma sensação de justiça quando você cumpre com o "dever" de mostrar àquela pessoa o mal que ela fez produzindo exatamente o que ela criou.

Imagem de Linus Schütz por Pixabay

     Porém, há casos que passam dos limites e é cometido crimes inafiançáveis como assassinato e violências exacerbadas. E é aí que se aprende que um coração cheio de vinganças só vai arruinar a vida da pessoa que sente a vontade de se vingar. Será que precisa disso? Às vezes é necessário repensarmos se não foi nós mesmos que provocamos aquela situação.

     Em qualquer caso, o melhor é deixar para lá, pois quem vai pagar por tudo é aquele que fez mal e a vida quando cobra não tem ninguém que possa deter.



A pesquisa desse artigo foi feita no Youtube.


     Gostou do texto? Então compartilhe em suas redes sociais, para que seus amigos também conheçam essas dicas!


Até mais!
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com SPAM, ofensas ou incompreensíveis serão deletados sem aviso prévio.
Os comentários não refletem na opinião do autor.

Atualizações do Instagram

Topo